Sped: como acompanhar as mudanças e evitar erros

A função do Sped é unificar as atividades de recepção, validação, armazenamento e autenticação de livros e documentos que integram a escrituração contábil e fiscal

iStock/Editoria de Arte Administradores.com

Se você é empreendedor, já sabe o que é o Sped. Mas saber do que se trata não é suficiente nesse caso, já que estamos tratando de um instrumento em constante transformação. Dominá-lo é um desafio e tanto, e exige manter-se em constante atualização.

A função do Sped é unificar as atividades de recepção, validação, armazenamento e autenticação de livros e documentos que integram a escrituração contábil e fiscal de pessoas jurídicas, mesmo aquelas que são imunes ou isentas.

Através do Sped, os livros e documentos contábeis e fiscais passam a ser eletrônicos e a ferramenta representa um passo muito importante no sentido da digitalização dos processos na área.

Para ajudar você a entender melhor o sistema, conversamos com Antonio Sofia, sócio da Contábil Guararapes e conselheiro do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo. Leia abaixo a entrevista:

O SPED vive mudando. Como se manter atualizado em relação ao sistema?

É verdade. O SPED não é um sistema estático, vive se atualizando e incluindo novas informações, por isso, é recomendável que diariamente investigue-se as alterações de layouts através do próprio portal do SPED ou que recorra a uma consultoria especializada. Para se manter atualizado o segredo é investir em pessoal qualificado e sistemas especializados, como o NF-e SIEG e o Cofre SIEG que otimizam, e muito, o tempo do time fiscal.

Por que é tão importante evitar erros na entrega do Sped?

Quando ocorre a entrega dessas obrigações fiscais com erros ou enganos, podemos incorrer em notificações enviadas pelo fisco e quiçá pesadas multas. Por isso é necessária uma boa gestão também do ponto de vista da tecnologia, que é uma grande aliada das empresas e dos escritórios de contabilidade.

Quais os principais cuidados a serem tomados na entrega?

Não tem mistério: com um time atualizado, bem treinado, um processo bem definido e softwares auxiliares, o SPED será transmitido sem problemas.

De que maneira os erros na entrega podem gerar transtornos?

O Brasil possui um sistema tributário bastante complexo e, ás vezes, até mesmo pequenos erros podem causar penalidades, que dependendo de sua gravidade, podem levar uma empresa a fechar suas portas, por isso que é tão importante o empresariado brasileiro estar atento a esses novos controles e sempre procurar especialistas para o auxiliar.

Muita gente não se atenta a esse detalhe, mas a gestão eficiente das NFEs é fundamental para o Sped, não é?

Essa gestão é fundamental. Imagina descobrir três meses depois da transmissão do SPED que você deixou de enviar alguma informação! A Contábil Guararapes já é cliente há três anos da SIEG SOLUÇÕES. Temos o NF-e e o Cofre SIEG que capturam automaticamente na Sefaz Nacional as NF-es e CT-es emitidos contra o CNPJ, com vantagem de poder aceitar ou não a nota do fornecedor, além de buscar todos os documentos fiscais de emissão própria (saídas) como NF-e, CT-e, CF-e e NFC-e. Alguns dos nossos clientes também utilizam o Emissor SIEG, que atende as normas técnicas de validação de emissão da nota fiscal e agiliza esse processo eliminando a digitação da configurações tributárias.

fonte: http://www.administradores.com.br/noticias/negocios/sped-como-acompanhar-as-mudancas-e-evitar-erros/121045/